Top 10 Cafés em Paris: dos mais famosos aos mais autênticos

Sempre falo para as pessoas não visitarem apenas os pontos turísticos de um lugar, há muito mais coisas incríveis para ver e experiências para viver. E o melhor é que muito disso, custa mais barato que o ingresso de alguma atração. Por exemplo, os cafés em Paris, com suas mesas pequenas, grudadinhas umas nas outras nos charmosos terraços, são perfeitas para se sentir a vibe da vida à francesa.

Há centenas de cafés em Paris, um em cada esquina praticamente, mas nem todos são bons e muito menos fazem parte da história francesa. Por isso, preparei uma super listinha com os cafés que merecem uma atenção especial, e os meus favoritos. ?

Cafés em Paris famosos

Que tal sentar em um café que já foi frequentado por Picasso ou Napoleão, por exemplo? Essa é uma das experiências únicas que Paris nos proporciona. Abaixo você encontra os cafés mais clássicos da Cidade Luz.

Café de Flore

Situado no bairro Saint-Germain-des-Prés, já foi ponto de encontro de pensadores, pintores, escritores e várias outras personalidades importantes. Jean-Paul Sartre, Albert Camus, Ernest Hemingway e Pablo Picasso, são apenas alguns nomes que já passaram por lá. Inaugurado em 1887, o Café de Flore faz sucesso até hoje.

Ah, se estiver em Paris no inverno, não deixe de provar o chocolate quente desse café. Uma delícia!

Endereço: 172 Boulevard Saint-Germain, 75006

Les Deux Magots

Pertinho do Café de Flore, o Les Deux Magots também está na lista de cafés mais antigos de Paris. Ao longo de seus anos, já recebeu muitas pessoas importantes e famosas. Nos dias de hoje, além de fazer sucesso com os turistas, é o local de entrega de importantes prêmios artísticos.

Endereço: 6 Place Saint-Germain des Prés, 75006

Le Nemours

Café e brasserie, o Le Nemours está pertinho do Palais Royal e do Museu do Louvre. Com sua área externa com vista para a antiga Comédia Francesa, é um local ótimo para sentar e relaxar bem à francesa.

O local é tão atraente que já foi cenário para vários filmes, como O Turista, interpretado por Angelina Jolie.

Endereço: Galerie de Nemours, 2 Place Colette, 75001

Procope

Um dos cafés mais antigos de Paris, o Procope foi fundado em 1686, também em Saint-Germain-des-Prés. Se tornou rapidamente o “local queridinho” dos artistas e intelectuais. Era frequentado por Voltaire, Diderot, Montesquieu e até por Napoleão. Inclusive, seu chapéu faz parte da decoração do café, juntamente do busto de Voltaire e outros objetos icônicos. Vale dizer que o Café Procope também é restaurante e você pode almoçar e/ou jantar no local.

Uma curiosidade: parece que a expressão “dar o chapéu em alguém” surgiu com Napoleão que sempre deixava seu chapéu no Procope, como uma garantia para pagar a conta depois.

Endereço: 13 Rue de l’Ancienne Comédie, 75006

Cafés nos museus de Paris

Além do seu acervo rico em obras de artes, alguns museus guardam ótimos cafés secretos, perfeitos para uma pausa no meio da visita.

Café Marly

Café e restaurante, o Marly se tornou um dos cafés favoritos dos instagrammers. Não está exatamente dentro do museu, mas te proporciona uma super vista das pirâmides do Museu do Louvre.

Endereço: 93 Rue de Rivoli, 75001

Museu de Montmartre

O museu por si só já é bem interessante, pois conta a história de um dos bairros mais boêmios de Paris: Montmartre. Contudo o que eu mais gosto mesmo é o café instalado no jardim do museu. É um lugar tranquilinho, com poucos turistas, que já serviu de inspiração para o pintor francês Renoir. Os bolinhos do café são uma delícia.

Endereço: 12 Rue Cortot, 75018

Museu de la Vie Romantique

Um dos pequenos e secretos museus de Paris, o museu de la vie romantique está instalado em um antigo hotel particular no 9 arrondissement. No seu interior, há um pequeno café no jardim, com várias opções para um café da tarde “vibes bucólicas”.

Endereço: 16 Rue Chaptal, 75009

Meus cafés favoritos em Paris

Se tem uma coisa que eu ADORO é sentar em algum lugar e tomar um bom café, se tiver um bolinho então?! Em Paris, sinto informar, mas nem todas essas brasseries que vemos pelas ruas oferecem um café bom. Na minha busca por um café gostoso, com preço justo e wifi (trabalho como freelancer), encontrei algumas boas opções e compartilho contigo alguns dos meus cafés queridinhos:

Marcelle

Pertinho de Châtelet, o Marcelle é um lugar que engana. Você chega e acha que é um café pequeno e apertado, mas na verdade ele tem dois outros andares aconchegantes – a luz natural do último andar é MARA. As opções para acompanhar a bebida são variadas, incluindo pratos saudáveis. Nos finais de semana, as fórmulas para o brunch fazem sucesso entre os parisienses.

Endereço: 22 Rue Montmartre, 75001

La Caféothèque de Paris

Pertinho das margens do rio Sena e do bairro Le Marais, o Caféothèque é um local para os apaixonados por café. Com uma decoração descontraída e som ambiente variado, o caféothèque possui vários tipos de café, de diferentes países. Você pode saborear o café deles lá mesmo ou comprar para fazer em casa. Outra coisa bacana para quem gosta de café é o curso de barista, dividido em dois níveis: iniciantes (2h) e profissional (50h).

Endereço: 52 Rue de l’Hôtel de ville, 75004

Les Petits Rolls

Já falei desse em alguns posts, mas não poderia deixar de colocá-lo aqui. Acho que é o número 1 da minha lista pessoal de cafés em Paris. Além do bom café, eles servem pequenos brioches feitos pelos próprios donos – um casal muito simpático.

Eu costumo ir nesse café quando quero um local diferente para trabalhar (o wifi deles é ótimo). Há ainda opções rápidas para o almoço, tudo feito por eles mesmos.

Endereço: 12 Rue Montmartre, 75002

Cuillier

Com uma decoração moderna, o Cuiller está em vários pontos da cidade. Gosto desse lugar por causa do seu café latte, o sanduíche de croissant e seus vários livros e revistas espalhados pelo café. Além disso, é um lugar que você pode tomar seu café tranquilamente, sem ter garçons vindo sempre te perguntar se você quer algo, ou ainda botando aquela pressão para você acabar logo e ir embora. Coisas que podem acontecer nos cafés mais famosos, que é até compreensível pela alta demanda.

Endereço: 19 Rue Yvonne le Tac, 75018

♥ Uma dica: se você gosta de café, evite entrar em uma brasserie qualquer só porque tem uma fachada antiga e bonitinha (eu fazia isso logo que mudei rs). Muitas vezes eles servem um café bem ok, tipo para pessoas que fumam e só querem um cafezinho para acompanhar. Sem contar que, às vezes, você pode pagar caro por esse tipo café.

O que achou desse artigo? Conhece outros cafés em Paris que valem a pena? Compartilha nos comentários

Bisous,

Seja o primeiro a responder.

Seu e-mail nunca será publicado. Campos obrigatórios marcados com *